Na manhã desta terça-feira (14), a Associação das Defensoras e Defensores Públicos de Mato Grosso do Sul (ADEP/MS) esteve presente na assembleia geral promovida pelo Fórum Permanente pela Paridade Institucional e Política das Mulheres. O evento ocorreu no auditório da Subsecretaria de Políticas para a Mulher (Semu), reunindo representantes de diversas entidades e organizações comprometidas com a promoção da igualdade de gênero.

Representando a ADEP/MS, a presidente Dra. Olga Lemos Cardoso de Marco contribuiu com as discussões sobre a importância da paridade institucional e política das mulheres nos diversos setores da sociedade. O Fórum, que tem como objetivo central a promoção da equidade de gênero, busca fortalecer a participação feminina em posições de destaque, influência e decisão. Também esteve presente a associada e coordenadora do Núcleo de Defesa da Mulher, Dra. Zeliana Delarissa Sabala, representando a DPGE/MS.

Na ocasião, Dra. Olga destacou a relevância do engajamento das associações e organizações em prol da paridade de gênero. “É fundamental que estejamos unidos nesse esforço coletivo para assegurar que as mulheres tenham espaços significativos e igualitários em todas as esferas da vida pública e privada”, enfatizou a presidente da ADEP/MS.

Para ela, há a necessidade de implementar políticas e práticas que promovam a igualdade de oportunidades, visando não apenas o aumento da representação feminina, mas também a construção de ambientes inclusivos e respeitosos. “Nossa luta vai além da presença em cargos de liderança; buscamos transformar as estruturas e culturas para que as mulheres se sintam verdadeiramente empoderadas em suas jornadas profissionais e pessoais”, complementou.

A coordenadora do fórum e subsecretária da Semu, Carla Stephanini, ressaltou a importância da reunião para o alinhamento de ideias entre as instituições integrantes para a sensibilização da sociedade das instituições na implementação de políticas públicas que defendam efetivamente a pauta.

Para Stephanini, o ano finaliza com uma avaliação positiva quanto a realização do primeiro congresso nacional, ocorrido no mês de agosto, e também pela recente resolução aprovada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em promover a construção da paridade no âmbito dos tribunais. “Isso nos estimula a continuar esse trabalho de conscientização da sociedade e das instituições, da importância e da necessidade de que nós avancemos na paridade tanto no âmbito institucional, público e no privado, entre as corporações. As mulheres estão se movimentando dentro das próprias instituições para que esse processo de participação nas instâncias superiores, aconteçam de forma mais célere”.

O Fórum

O Fórum Permanente Pela Paridade Institucional e Política das Mulheres foi constituído coletivamente, com a participação de representantes de instituições públicas, associações e organizações não-governamentais, como a Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres, o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul, o Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, a Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul e outras instituições dedicadas à promoção da igualdade de gênero.

O TCE-MS passou a integrar o Fórum por meio do termo de adesão, assinado pela conselheira substituta, Patrícia Sarmento dos Santos, na abertura do 1° Congresso Nacional Mulheres pela Paridade, realizado no Bioparque Pantanal, no dia 3 de agosto de 2023.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *