No Dia da Advogada e do Advogado, a presidente da ADEP-MS, Dra. Olga Lemos Cardoso de Marco, lembra que muitas Defensoras e Defensores Públicos, como ela, continuam inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil, que é o berço materno da categoria, quando há alguns anos era exigida a inscrição para que as/os profissionais tomassem posse.

“Essa foi uma luta associativa, quando representantes da ADEP-MS participaram da Comissão de Reforma da Lei Complementar 51/90, e um dos pontos mais efusivos e que gerou muitas discussões foi a retirada da exigência, na Lei Complementar 111/2005, época em que tivemos a Dra. Darcy Terra Fernandes como Defensora Pública-Geral do Estado de Mato Grosso do Sul, uma DPG de vanguarda que inovou e renovou a nossa Lei Orgânica, que depois serviu de exemplo para muitas outras Defensorias Públicas de outros Estados do Brasil”, recorda.

Para a Dra. Olga, independentemente de estarem ou não inscritos na OAB/MS ou de seus estados de origem, o momento é de desejar a todos muito êxito profissional dentro da Instituição. “Estamos amparados pela nossa Lei Complementar, que, até hoje, é a inspiração para seguirmos em frente, inclusive, sem as amarras e submissão ao Estatuto da OAB”.

Nesta data, a ADEP-MS parabeniza todas as Defensoras Públicas e todos os Defensores Públicos que antes de abraçarem essa Missão Defensorial passaram pelos bancos acadêmicos e se debruçaram sobre os livros, estudando e se dedicando ao estudo do Direito, em todas as suas ramificações, em especial, os Direitos Humanos, a Cidadania, a Moral e a Ética, levando o acesso à Justiça a todos que precisam.

A homenagem também se estende ao Advogado da ADEP-MS, Dr. Davi Nogueira Lopes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *