Uma dissertação de mestrado que agora virou livro e está disponível para acesso e leitura de todos. Com o tema Defensoria Sistêmica, Jamile Gonçalves Serra Azul, Defensora Pública de Mato Grosso do Sul, lança, no dia 20 de agosto, sua mais nova obra que retrata conceitos do terapeuta alemão Bert Hellinger nos conflitos jurídicos. O lançamento será por meio de uma Live, às 18 horas (horário de MS) pela página do Instagram @defensoria.sistemica e terá a participação especial do Juiz Sami Storch, criador da expressão Direito Sistêmico.

Conforme explica Jamile, a publicação do livro partiu da importância de divulgar o trabalho desenvolvido no mestrado, a fim de romper as barreiras da academia em relação ao grande público, a sociedade e pessoas que compõem o sistema de justiça, já que é comum muitas dissertações e teses ficarem esquecidas no banco de dados da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) ou bibliotecas.

O público-alvo do livro são Defensoras e Defensores Públicos, além de servidoras e servidores, estagiárias e estagiários da Instituição Defensoria Pública e demais integrantes do sistema de justiça que atuem diretamente em conflitos.

“Partindo do pressuposto que meu lugar de fala é de Defensora Pública, que aplica o direito sistêmico e observa os efeitos positivos da abordagem na pacificação dos usuários da Defensoria Pública, tenho como de extrema relevância a temática, pois vai ao encontro ao que dispõe a Lei Orgânica da Defensoria Pública sobre o nosso dever de priorizar a solução extrajudicial dos conflitos”, afirma a autora.

“Meu objetivo é que as pessoas conheçam esta abordagem e observem como pequenas mudanças internas promovem grandes mudanças externas. Se eu pacifico minhas relações terei melhores condições de ajudar aqueles que também buscam a justiça para lidar com os seus conflitos”, complementa a Defensora Pública Jamile Gonçalves.

O livro já está à venda na versão física e e-book, podendo ser adquirido diretamente no site da Editora Dialética, com a autora por meio da página do Instagram (@defensoriasistêmica), além das grandes lojas virtuais como Amazon, Submarino, Americanas, entre outras.

Afinal, o que é Direito Sistêmico?

A expressão foi criada pelo juiz Sami Storch, decorrente da análise do Direito sob uma ótica baseada no conhecimento das constelações familiares do alemão Bert Hellinger. A aplicação dessa abordagem terapêutica possibilitou um novo leque ao direito, focado na compreensão dos fatores que influenciam o comportamento humano e dos fatos que dão origem aos conflitos.

A proposta do Direito Sistêmico envolve: compreender a origem do conflito ou determinado comportamento; buscar novas possibilidades na resolução de conflitos; trazer percepção e liberação de padrões e crenças limitantes; equilibrar o sistema trazendo nova ordem; e ampliar a consciência sobre os papéis de cada um (Informações deste tópico foram retiradas do Blog Aurum do artigo escrito por Lilian Theodoro Fernandes).

Sobre a autora

Jamile Gonçalves Serra Azul é Defensora Pública no Estado de Mato Grosso do Sul, especialista em Ciências Criminais pela Universidade Anhanguera, Especialista em Direito Sistêmico pela Hellinger Schule e mestre em Direitos Humanos pela UFMS.

Seu primeiro livro foi o trabalho de conclusão de uma pós-graduação, publicado em 2014, que aborda a mulher como autora de delitos à luz da cultura patriarcal. Em 2019, publicou um capítulo de um livro sobre o Direito Sistêmico e agora lança à público a sua dissertação de mestrado.

O evento de lançamento conta com o apoio da Associação das Defensoras e Defensores Públicos de Mato Grosso do Sul (ADEP-MS).

Serviço: Lançamento do livro Defensoria Sistêmica

Quando: 20 de agosto

Horário: 18 horas de MS

Onde: Evento virtual – live pela página do Instagram Defensoria Sistêmica (@defensoria.sistemica)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *